Seguro Desemprego Web – Agendamento

Confira informações sobre Seguro Desemprego que agora pode ser agendado pela internet, mudança feita pelo Ministério do Trabalho para facilitar a vida das pessoas que tinham que ir até um estabelecimento como o Sine para dar entrada no seguro e com essa medida, a pessoa pode enviar o pedido pelo site.




Seguro Desemprego pela Internet

Agora está mais fácil e rápido dar entrada no Seguro de Emprego, que pode ser pela internet, acessando o site empregabrasil.mte.gov.br, depois de receber o requerimento do seguro dado pela empresa onde trabalhou, você agiliza o processo agendando online a visita presencial. A quantidade de parcelas do seguro desemprego depende do tempo de serviço prestado, sendo o máximo 5 parcelas.

O pedido do Seguro Desemprego feito pessoalmente é um pouco mais demorado e a pessoa só começa a receber com 30 dias depois de dar entrada. Se o pedido for feito pelo site é mais rápido porque a própria pessoa dá entrada e a partir desse dia já estará contando os 30 dias para receber a primeira parcela.

Receber o Seguro Desemprego

Depois de dar entrada no Seguro Desemprego on-line é só agendar o atendimento presencial, esse deve ser feito para confirmar os dados. Depois dessa visita que as parcelas vão ser liberadas. Mesmo sabendo que vai começar receber com 30 dias, contando a partir do pedido on-line, a pessoa deve saber que as parcelas só vão ser liberadas depois da confirmação dos dados pessoalmente, medida importante que foi tomada pelo MTE para evitar fraude.



Solicitar o Seguro Desemprego pela Internet

Para solicitar o Seguro Desemprego pela internet é preciso primeiro fazer o cadastro no site empregabrasil.mte.gov.br, na opção Cadastrar no lado direito da página, caso não seja cadastrado. Quem já é cadastrado é só clicar em Entrar e informar o CPF e senha.

Importante saber

Na hora de fazer o cadastro é preciso informar CPF, nome completo, data de nascimento, nome da mãe e o estado onde mora. Depois dessa etapa deve responder cinco perguntas sobre ano de contribuição com o INSS, último ano trabalhado, uma empresa onde trabalhou, caso já seja trabalhador, para quem nunca trabalhou também têm as opções de respostas. Essa é uma etapa que precisa responder corretamente, pois se tiver uma resposta errada a pessoa não consegue sair dessa página e aí deve esperar 24 horas para tentar de novo ou pode ligar no 135 para pedir ajuda.

Se o cadastro for um sucesso uma senha será gerada e encaminhada para o e-mail cadastrado, e essa senha é provisória, podendo ser trocada no primeiro acesso. Depois de cadastro feito é só solicitar o benefício. O trabalhador pode dar entrada no seguro depois de 7 dias que ocorreu a demissão.




Pelo site empregabrasil mte gov br pode ser feito também cadastro para vaga de emprego. Ao se cadastrar a pessoa pode ser contatada por alguma empresa para participar de processo seletivo de vaga de trabalho. Quem já é cadastrado só precisa atualizar os dados cadastrais caso haja mudança no numero de telefone, endereço e e-mail.

Oportunidades para empregados e desempregados

Pensado nas pessoas que estão a procura de emprego e em todos que buscam por cursos de qualificação profissional, o governo criou um projeto que vai poder ajudar muita gente, é a Escola do Trabalhador.

Escola do Trabalhador Gov Br é uma plataforma de ensino a distância que oferece cursos gratuitos e seu foco é o público que está fora do mercado de trabalho. Por meio do site podem ser acessados cursos de aperfeiçoamento, que são cursos direcionados às pessoas que já possuem uma profissão e gostariam de aperfeiçoá-la, e cursos voltados aos cidadãos que precisam se qualificar para ingresso no primeiro trabalho.




Serão oferecidos 50 cursos gratuitos até final de 2018 e não há requisitos para participação, apenas o comprometimento de estudar todo o módulo e fazer avaliação final para pegar o certificado, dado pela Universidade de Brasília – Unb.

Os cursos só podem ser feitos de forma on-line, por isso precisa de um computador ou um aparelho conectado na internet. A plataforma de estudo é bem simples, não há complicação, pois não há intermediação de tutores. O conteúdo de estudo pode ser composto de texto, jogos e vídeos, que são bem fáceis de entender.

Para conferir a lista de cursos gratuitos Escola do Trabalhador, acesse escola.trabalho.gov.br. Há vários cursos com inscrições abertas e outros que ainda vão abrir inscrições. Se o curso desejado ainda não tiver disponível, aguarde mais um pouco que aos poucos eles vão sendo introduzidos no site. Assim que a inscrição for realizada é só acessar as aulas e começar a estudar!

Saiba mais sobre a escola acessando o site do MTE empregabrasil.mte.gov.br/ministerio-do-trabalho-lanca-escola-do-trabalhador




Comente aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.