Saiba como funciona o ID Jovem e idade para cadastro

leia informações do nosso site e saiba como funciona o ID Jovem e idade para cadastro, além de saber como participar desse benefício, que deve favorecer milhares de jovens de baixa renda, sendo estudantes ou não, ou seja, todos que se encaixam nos requisitos citados abaixo.
 


Como funciona o ID Jovem

Você já ouviu falar nesse documento, ID Jovem? Pois é, o governo costuma lançar muitos projetos para transferência de renda e formação de pessoas, os quais beneficiam as pessoas mais necessitadas. Mas esse é um benefício voltado para jovens que dá acesso a locais em que precisa ter dinheiro para entrar.

Ainda não conhece o ID Jovem? Veja só como funciona

ID Jovem é a sigla para Identidade Jovem. Esse é um documento que dá acesso a meia-entrada em eventos artísticos, sendo culturais e esportivos, também para acesso às vagas gratuitas ou desconto em 50% em transporte público. Ele foi criado em 2020 e já emitiu 1 milhão de carteirinhas.

Essa é uma iniciativa da Secretaria Nacional da Juventude, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos que tem como objetivo, levar os jovens com condições financeiras a um patamar mais alto, como acesso aos bens e serviços culturais, por exemplo.



Saiba como funciona o ID Jovem idade para cadastro

A pessoa interessada em obter o documento precisa ter idade entre 15 e 29 anos. Demais requisitos são :  estar no Cadastro Único há pelo menos 2 anos e com os dados atualizados. Além do mais, ter renda familiar de até 2 salários mínimos. 

Como saber se tenho a renda máxima exigida

Bom, antes de explicar já podemos informar que todos que estão no Cadastro Único têm a renda máxima exigida para ser baixa renda. Mas vamos ensinar você a fazer esse cálculo. Primeiro é preciso pegar a renda de todos que trabalham na casa e somar. Em seguida deve ser feita a divisão do valor por todos os moradores da casa, sendo os que trabalham ou não.

Valores que devem entrar na soma : salário informado em carteira de trabalho, salário informal, renda obtida por meio de aluguel, pensão alimentícia, aposentadoria, por exemplo.

A saber

Foi criado um DECRETO Nº 8.537, DE 5 DE OUTUBRO DE 2015 que visa o benefício da meia-entrada para acesso a eventos artístico-culturais e esportivos e para estabelecer os procedimentos e os critérios para a reserva de vagas a jovens de baixa renda nos veículos do sistema de transporte coletivo interestadual. Então, tudo isso é um direito de todo cidadão de baixa renda já há um tempo, mas que poucos sabem.



ID Jovem como fazer cadastro

O cadastro é feito no Aplicativo ID Jovem 2.0 ou pelo site www.gov.br/mdh/idjovem

Para dar início  no cadastro é necessário ter o NIS  – Número de Inscrição Social em mãos, pois como informamos acima, para participar a pessoa deve estar no CadÚnico.

Estando com o NIS, informe o mesmo e depois é hora de preencher os campos com o nome completo e demais informações necessárias. Com tudo certo, a carteirinha deve ser disponibilizada no final do cadastro. Daí, só imprimir, caso queira. Senão, basta manter no celular mesmo  e apresentar quando necessário. Dessa forma o usuário tem o ID Jovem digital.

Contudo, o documento não vale sozinho, é necessário ter o RG também em mãos para poder usufruir do benefício. Então, é necessário apresentar os dois documentos nos pontos de venda de ingressos para cinemas, cineclubes, teatro, espetáculos, eventos educativos e outros. Ou nos locais de venda de passagens, nesse caso deve ser 3 horas de antecedência da viagem, no mínimo.

A carteirinha tem validade de 6 vezes. Então, após esse prazo é necessário renovar o ID Jovem no aplicativo.




Comente aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.