Como saber se tenho que devolver o Auxílio Emergencial

Se você busca por informações para saber se tem que devolver o Auxílio Emergencial, aqui no nosso site podemos tirar suas dúvidas sobre como fazer a devolução dos valores recebidos e fazer consulta do auxílio para saber como está sua situação atual.



Devolução do Auxílio Emergencial

Milhares de brasileiros se cadastraram no Auxílio Emergencial 2020 e milhares foram aprovados. Sendo que uma grande maioria que foi aprovada e recebeu não tinha todos os requisitos necessários, como renda familiar.

Os requisitos para receber o auxílio foram : ser maior de idade, exceto mãe adolescente, desempregados, pessoas com emprego informal, MEI, cadastrados no CadÚnico, beneficiários do Bolsa Família com renda familiar mensal igual ou inferior a R$ 3.135,00.

Outros requisitos foram : rendimento tributário 2019 que não ultrapassasse de R$ 28.559,70 ou, não ter bens superior a R$ 300.000,00 até 31/12/2019 ou, em 2019 não ter sido incluído como dependente de declarante do IR.

Mas muita gente ignorou as regras se cadastrou e conseguiu receber. Por conta disso os beneficiários que receberem de forma indevida devem saber que precisam devolver o dinheiro para o governo.



Como saber se tenho que devolver o Auxílio Emergencial

Para a devolução do auxílio, o governo pensou em um jeito em que não haja escapatória, será através da declaração do Imposto de Renda 2021. Quem for obrigado a declarar a renda em 2021, do ano base 2020, sabe que deve prestar conta do auxílio na declaração.

Devem devolver o Auxilio Emergencial – as parcelas de R$ 600 ou as parcelas de R$ 1.200 quem tive o rendimento tributário acima de R$ 22,847,76 mais a quantia ganha por meio do auxílio. Precisam devolver também as pessoas que estavam recebendo Seguro Desemprego, tiveram a carteira registrada, o servidor público, militar da ativa ou reservista, as pessoas que passaram a receber benefícios previdenciários, pessoas que tiveram um rendimento tributário de R$ 28.559,70 em 2018 e as que tiveram o aumento na renda familiar.

Se você sabe que seu rendimento passou do valor de R$ 22,8 sabe que deve declarar e ao declarar vai fazer a devolução do auxílio. Na declaração devem constar todas as parcelas recebidas, mas a devolução será apenas das parcelas de R$ 600 ou de R$ 1.200.

Para declarar o Auxílio Emergencial no Imposto de Renda Acesse o site www.gov.br/receitafederal ou baixe o Aplicativo Meu Imposto de Renda.



Consulta Auxílio Emergencial Dataprev

Dataprev é uma empresa de Tecnologia do governo, vinculada ao Ministério da Economia, que oferece diversos serviços públicos, como o processamento do pagamento mensal de milhões de previdenciários e liberação do Seguro Desemprego há mais de 40 anos. Ou seja, é uma especialista, quando se trata de grandes volumes de dados.

Através da Dataprev é possível também fazer consultas Auxílio Emergencial. Para isso foi lançado o consultaauxilio.dataprev.gov.br/consulta. Nesse site dá para consultar, por meio do CPF, a situação do benefício, bem como contestar o auxílio negado ou cancelado.

Pelo site consultaauxilio.dataprev.gov.br as pessoas podem conferir o detalhamento dos recebimentos – parcelas do auxílio, ver se está em débito com o governo (se precisa devolver o auxílio) e até mesmo se tem direito de receber o Novo Auxílio Emergencial 2021, se for aprovado em 2021.





Comente aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.